No passado dia 16 de dezembro, foi aprovado pela Assembleia de Freguesia do Castelo, o Orçamento que o Executivo da junta de freguesia, definiu para o ano 2021.

Num total de cerca de 672. 355,00 €, este Orçamento apresenta para o próximo ano, um maior investimento no Espaço Publico, tornando esta, uma das áreas prioritárias de intervenção.

Sob o lema Construir uma Freguesia para o FUTURO, respeitando o PASSADO!, os documentos apresentados, assentam na revitalização urbana e rural, na sustentabilidade no uso dos recursos naturais e endógenos, na preservação da tradição e dos costumes locais, e essencialmente na a promoção do bem da comunidade como um todo para todos, estimando e respeitando o bem estar comum.

No ponto de trabalhos destes documentos, foram apresentados os principais Eixos Estratégicos de atuação para o próximo ano:

» Intervenção no Território:

 - Ambiente, Espaço Publico, Espaço Verdes e Delegações de Competências

- Transito, Sinalização, Segurança e Proteção Civil

» Intervenção na Comunidade:

- Associativismo, Desporto e Juventude

- Educação, Formação e Ensino

- Ação Social, Solidariedade e Saúde

» Intervenção Cultural e Económica:

- Atividades Económicas

- Cultura, Turismo e Animação

» Comunicação Institucional e Modernização Administrativa

- Instalações, património e Administração Geral

- Comunicação e Informação

Nesta Sessão de Assembleia foram ainda aprovados o Plano de Atividades, o Quadro de Pessoal e o Plano Plurianual de Investimentos.

Os trabalhos foram ainda marcados pela aprovação de diversos documentos apresentados pelas Bancadas do Partido Socialista e da CDU, nomeadamente uma Recomendação para Alcatroamento das Estrada_ Rua da Escola e Rua do Paraíso, na localidade de Aiana de Cima; uma MOÇÃO, com vista à Reposição da NUTS3; uma SAUDAÇÂO à População do Zambujal e arredores pela sua união na defesa do Ambiente e Saúde Publica e  uma MOÇÃO de apoio às Pequenas e Médias Empresas.

Abordada pelas diversas bancadas sobre a situação da freguesia no decorrer desta Pandemia, Maria Manuel, Presidente desta Junta de Freguesia, realçou por diversas vezes que todos aqueles que se dirigem à Junta de Freguesia solicitando auxilio na sua condição, são no imediato encaminhados para as entidades competentes, para que possa ser avaliada a sua condição e serem auxiliados no mais curto espaço de tempo.

No final a autarca, agradeceu ainda a todas as Bancadas presentes, o contributo que têm dado ao longo deste ano nas várias sessões de Assembleia, sinalizando algumas questões para que as mesmas possam ser resolvidas a bem da população.

 

Poderá consultar os docs aprovados aqui