A Festa em Honra de N.ª Sra. da Atalaia é uma das sete finalistas regionais do Concurso Nacional 7 Maravilhas da Cultura Popular. Até 10 de agosto, ligue 760 207 815 e vote na Festa Grande!

A Câmara Municipal do Montijo candidatou a Festa em Honra de Nossa Senhora da Atalaia, ou Festa Grande, às 7 Maravilhas da Cultura Popular, procurando valorizar e dar mais visibilidade a uma manifestação cultural que é das mais antigas do país e uma referência única na região.

A candidatura passou as primeiras fases de seleção, sendo uma das 7 finalistas regionais (distrito de Setúbal). Agora a decisão é do público, que vai eleger os finalistas nacionais. Até às 16h00 do dia 10 de agosto está aberta a votação. Ligue 760 207 815* para levar a Festa em Honra de Nossa Senhora da Atalaia à final nacional das 7 Maravilhas da Cultura Popular.

Para alcançar este objetivo é necessário o envolvimento de todos, incluindo aqueles que têm uma forte ligação à N.ª Sra. da Atalaia. Neste contexto, a população da Freguesia do Castelo é parte integrante desta festa devido ao Círio da Azóia, o mais antigo círio que, ainda hoje, participa na Festa em Honra de Nossa Senhora da Atalaia, numa demonstração de fé e tradição que se tem perpetuado ao longo de gerações.

* (custo de chamada 0,60€ + iva - cada telefone tem direito a votação ilimitada // votação possível apenas com números de telefone portugueses)

Sobre a Festa em Honra de N.ª Sra. da Atalaia

A Festa de N.ª Sra da Atalaia decorre no último fim de semana de agosto, na Atalaia, concelho do Montijo. Desconhece-se a data da primeira romaria pelo que a romaria dos Oficiais da Alfândega, em 1507 (motivada pela peste que grassou por Lisboa), é tida como o grande momento expansionista do Santuário de Nossa Senhora da Atalaia.

Ao longo dos séculos, esta romaria chegou a contar com cerca de oitenta confrarias e círios. Em 1823 eram trinta e quatro (o máximo conhecido, num só ano), hoje restam seis círios: o Círios dos Marítimos de Alcochete, que festeja na Páscoa e cinco outros Círios, pela Festa Grande: Azóia, Quinta do Anjo, Carregueira, Olhos de Água e Círio Novo.

Inicialmente, os romeiros transportavam e colocavam junto ao altar do Santuário uma vela grossa, um círio, de onde resultou o nome dado às romarias organizadas. Hoje, transportam as bandeiras que identificam a sua proveniência e promessa por determinada povoação, localidade ou comunidade.

Sobre o Concurso 7 Maravilhas de Portugal

O Concurso Nacional 7 Maravilhas de Portugal tem como objetivo divulgar e comunicar os valores positivos de uma Identidade Nacional Forte, procurando evidenciar a vivência e reconhecimento do património cultural material e imaterial, elegendo o que de melhor Portugal tem, enfatizando as tradições associadas as várias regiões do país.

A edição de 2020 é dedicada à Cultura Popular, através da eleição das 7 Maravilhas do património cultural material e imaterial de Portugal. Tal como nas edições anteriores, a RTP é a televisão oficial.

O projeto das 7 Maravilhas de Portugal conta com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República.

7 Maravilhas da Cultura Popular | Festa em Honra de N.ª Sra. da Atalaia