Nª Srª da Consolação

A Festa da Nossa Senhora da Consolação, é a mais antiga das festas religiosas, realiza-se no primeiro Domingo de Setembro, era organizada por jovens mordomos que nesse ano iam à tropa ou que já estavam já a servi-la. A mordomia era entregue a elementos de cada uma das zonas da Paróquia, em regime rotativo. Ao inicio a missa era solenizada por um grupo coral de Santiago mas posteriormente passou a ser por um grupo de jovens cantores do Castelo.


Depois da missa, saia em procissão a imagem da Nossa Senhora da Consolação, era oferecida pela Família Reis Rumina, do Zambujal, era acompanhada  por um conjunto musical que animava o arraial no recinto do torreão. No fim do dia, este conjunto acompanhava os mordomos pelos caminhos, fora do Castelo.
A festa manteve-se até por volta dos anos 50, a partir da segunda metade dos anos 50 e durante 4 décadas, a “festa do Castelo” não se realizou com o brilho de antes, ainda tentaram ressurgir a festa nos anos 1998 e  em 1999, porém hoje em dia, a celebração da missa no dia da padroeira continua a realizar-se mas já não conta com as festividades populares.