Depois de criar 90 talhões, na Freguesia da Quinta do Conde, a Câmara Municipal de Sesimbra está em condições de estender o projeto das “Hortas Solidárias de Sesimbra” à Freguesia do Castelo, nomeada­mente, à localidade de Sampaio. Está prevista, durante este ano, a atribui­ção de 20 espaços de cultivo a famílias que pretendam tirar rentabilidade das parcelas de terreno.

O programa municipal, que promove a sustentabilidade ambiental, reves­te-se de uma forte componente social já que permite a implementação de culturas hortícolas com as quais é possível melhorar a condição de vida dos agregados familiares na vertente da subsistência alimentar saudável.

As famílias, que pretendam candi­datar-se a um dos talhões que serão disponibilizados pela autarquia, terão acesso a ações de formação sobre técnicas de agricultura biológica, manutenção de espaços públicos, trabalho comunitário, compostagem e promoção ambiental.

Durante os próximos meses os serviços municipais irão proceder à colocação da vedação do terreno com rede ovelheira e postes de madeira; colocação de casa de apoio às hortas – criação de espaço com quatro divisões: WC (equipada para utentes com mobilidade reduzida), duas casas abrigo de ferramentas e casa das bombas de água; colocação de depósi­to subterrâneo de água (5000 Lt a 8000 Lt); criação de zona de lazer com duas mesas e bancos dentro da vedação do espaço destinado às hor­tas; criação de talhão para pomar de variedades autóctones (com colocação de sistema de rega automático) 20 talhões com aproximadamente 70 m, com sistema de rega partilhado pelos utilizadores.

Em breve a Câmara Municipal de Sesimbra e a Junta de Freguesia do Castelo irão facultar toda a informa­ção sobre a localização das hortas e as respetivas condições de candidatura.