A antiga escola básica de Santana está a ser requalificada com a finalidade de acolher, ainda no primeiro semestre deste ano, o Centro de Apoio à Incubação de Empresas de Sesimbra (CAIES). O estabelecimento de ensino que está desativado há dois anos e prepara-se agora para receber, não só, a incubadora de empresas mas, também, e numa ótica de otimização de espaço, os gabinetes de apoio às Pescas e Ruralidade e do Empresário de Sesimbra.

O novo centro de apoio à incubação de empresas terá seis gabinetes, uma sala de formação, sala de reuniões, cozinha e até, uma horta. O custo de requalificação do equipamento está salvaguardado pelo orçamento municipal, enquanto que a vertente de formação deverá ser assegurada, financeiramente, por fundos comu­nitários tendo já sido apresentada a respetiva candidatura ao programa Portugal 2020.

No CAIES irão funcionar três tipos de incubadoras: física, criativa e de aluguer. Podem usar os espaços as empresas locais (do concelho) que tenham sido for­malmente constituídas há menos de dois anos ou que estejam já em processo de constituição. Os preços de aluguer das salas variam consoante o período de tempo que forem requeridas pelos interessados, que deverão manifestar essa intenção junto da Câmara Municipal de Sesimbra. O horário de funcionamento do Centro e, por consequência dos gabinetes de apoio às pescas e ruralidade e de apoio ao empresário, será semelhante ao dos serviços públicos; semanalmente das 09h00 às 17h30. Mediante agendamento prévio, por parte das empresas que cumpram os requisitos, poderá ser possível utilizar o espaço, também, aos fins de semana na vertente de aluguer de salas.